Pages

quinta-feira, 17 de março de 2011

FORMADORES DO PROJETO UCA SE REÚNEM COM EQUIPE DA UNICAMP E IES LOCAL NA UFPA

No dia 19/10/2011, após visita realizada ao município de São João da Ponta, os formadores do projeto UCA do estado do Pará foram convocandos para uma reunião na UFPA. A intenção era discutir caminhos e propostas viáveis para problemáticas identificadas no projeto. De início os formadores dos NTE's apresentaram a situação de formação e problemáticas enfrentadas nos municípios e escolas onde o projeto funciona. No caso específico de São João da Ponta, as professoras Elizabeth e Marinete expuseram as seguintes situações:

- Houve duas formações: uma técnica, ministrada pela equipe do PROINFO e uma pedagógica, ministrada pela equipe do NTE Benevides.
A formação se dá em 12 escolas municipais e uma estadual, com uma média de 85 professores.
- Considerando que todas as escolas receberam laptops, com exceção das escolas de educação infantil ( Tia Biá e 15 agosto), não há estrutura adequada para armazenar e carregar os equipamentos.
- Durante as formações houve dificuldade de carregamento dos laptops em função da pouca disponibilidade de tomadas nas salas de aula. A bateria tem um tempo de duração de, no máximo, 3 horas. As formações giram em torno de 8 horas, manhã e tarde, com 1 hora de almoço. 
- Os professores pouco conheciam ou sabiam manusear os computadores, principalmente o sistema operacional Metasys.
- Os alunos têm utilizado os computadores de forma inadequada, acessando sites inadequados e ambientes de bate-papo.
- Os alunos não tinham o hábito de utilizar o computador em seu cotidiano. 
- A presença das formadoras no município deve ser mais frequente, visto as diversas dúvidas que aparecem no curso a distância (Formação Continuada oferecida pelo E-proinfo.
Diante do exposto, discutiram-se algumas saídas:

Intensificar as formações, viabilizando, por meio da SEDUC, o deslocamento das formadoras para o município.
- Realizar reuniões, nas escolas e comunidades, com pais e responsáveis para apresentação do projeto uca e orientações sobre  o uso adequado dos laptops.
- Recolher os laptops no final do ano letivo, durante as férias, para manutenção pelos técnicos do município.
- Incentivar o estudo dos módulos propostos na formação continuada (MÓDULO I).

Feitas todas estas considerações, saímos com a missão de retornar ao município para dar continuidade às formações e conversar com os pais e responsáveis pelos alunos. O trabalho, então, continua.
Algumas momentos da reunião na universidade
FORMADORAS DO NTE BENEVIDES VISITAM SÃO JOÃO DA PONTA COM EQUIPES DA UNICAMP E UFPA

No dia 18/10/2010 o município de São João da Ponta recebeu a visita das formadoras do projeto UCA (Um Computador por Aluno), professoras Elizabeth Braga e Marinete Rocha, e a equipe da UNICAMP, professoras Elisabette Prado, Ana Maria e Nielcy. A intenção foi verificar in locu o andamento do projeto e o uso pedagógico dos laptops que já estão em poder dos alunos e professores. Tivemos a oportunidade de visitar algumas escolas, onde pudemos perceber que os equipamentos ainda têm sido utilizados de forma muito tímida. Ainda que tenham ocorrido duas formações, uma técnica e uma pedagógica, os professores têm tido receio na utilização dos computadores em sala de aula. Além disso, algumas escolas ainda não receberam os referidos equipamentos e a conexão com a internet em algumas localidades ainda não se efetivou. Durante a visita, foi percebido que os alunos, de posse dos laptops, têm utilizado suas ferramentas e, em especial a internet, de forma inadequada, havendo vários relatos de visitas a sites proibidos e saídas à noite sem horário para chegar em casa. Finalmente, percebeu-se que o armazenamento dos equipamentos é inadequado. Nas escolas não há armários e nem instalação elétrica adequada para guardar e carregar os computadores. Então os alunos os levam para casa. No entanto, não os deslocam para a escola em pastas. No caminho, pegam poeira causando problemas no funcionamento dos equipamentos. No final do dia, a equipe da UNICAMP e NTE Benevides, pensou em alguns encaminhamentos para resolução dos problemas detectados nesta visita, tema da nossa próxima postagem.

Alguns momentos da visita

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

UMA NOVA PROPOSTA EXIGE NOVAS AÇÕES: as formações continuam

            Pensar em ações transformadoras para a educação é se dispor também ao trabalho. Sabemos que para um projeto dar certo, é preciso dedicação de quem o coordena e de quem o recebe. Neste sentido, o projeto UCA em São João da Ponta tem apresentado sinais de progresso. Acreditamos que uma das razões deste otimismo que toma conta de todos os envolvidos é a vontade compartilhada de mudanças. 
        Ao receberem os laptops em setembro, os estudantes das escolas públicas do município foram oportunizados de serem incluídos no mundo tecnológico e na rede mundial (internet). Isto porque foram autorizados a levar seus laptops para casa e terem a internet a sua disposição, já que contam com a internet sem fio e o NAVEGAPARÁ, uma grande conquista para a população. 
       No entanto, o valor desta conquista deve ser encarado com seriedade e todos (pais, alunos, professores, gestores e poder público) precisam assumir a responsabilidade de tal conquista. Dando prosseguimento à formação dos professores, as formadoras Elizabeth Braga e Marinete Rocha estiveram no município entre os dias 25 e 29/10/2010. 
       Desta vez, a intensão da Formação foi discutir o uso da nova ferramenta no ambiente escolar e garantir que a mesma seja utilizada efetivamente na sala de aula. Várias ações foram realizadas neste período, dentre as quais oficinas para utilização de sites educativos, com ênfase para o Portal do Professor, orientações para pesquisas na internet e produção de aulas com uso dos laptops. Além disso, os professores iniciaram seu acesso ao ambiente E-PROINFO e realizaram as primeiras atividades do MÓDULO I. Os momentos foram marcados por trocas de experiências e reflexões sobre a necessidade de acompanhar e orientar os alunos na utilização da nova tecnologia que está em suas mãos.
      Sabemos que apenas viabilizar a Formação dos professores não é o suficiente. Diante da necessidade de esclarecer os pais dos alunos, das escolas que receberam os laptops, sobre o sentido do projeto UCA e seus objetivos, foram realizadas reuniões nas localidades de Vila Nova (EMEF Feliciano Rodrigues e EEI Tia Biá) e Bom Fim (EMEF Tenente Cipriano Chagas), além da Escola Antonia Rosa (Municipal e Estadual), localizada na sede do Município. 
       A intenção da conversa com os pais foi sensibilizá-los do papel que devem assumir no projeto, acompanhando e orientando seus filhos quanto ao uso responsável do equipamento, este voltado para fins educacionais. Assim, buscou-se orientar os pais dos benefícios e dos perigos da internet e caminhos viáveis para o uso correto dos laptops.
       Sabemos que ainda há muito pra se fazer, mas temos a certeza de que estamos no caminho certo e de que já contagiamos a todos os envolvidos no projeto com o otimismo de educadores que sonham com uma educação melhor para o país.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

FORMAÇÕES EM SÃO JOÃO DA PONTA

video

            O processo de implantação do projeto UCA em São João da Ponta se deu a partir do dia 30 de agosto de 2010. Houve um Encontro na UFPA com os Formadores, IES Local (UFPA), SEDUC e UNICAMP, cujo objetivo foi esclarecer quanto a execução do projeto e elaborar as propostas de ação para as escolas que receberam os laptops. Em São João da Ponta houve dois momentos presenciais de Formação. Nos dias 01, 02 e 03 de setembro, o Encontro esteve voltado para a "Apropriação tecnológica" dos recursos e aplicativos disponíveis  nos equipamentos, tendo reunido os 80 professores e gestores do município. Os educadores foram organizados em três turmas sob a tutoria dos representantes do MEC e assessoramento das Professoras-Formadoras Elizabeth Braga e Marinete Rocha, ambas multiplicadoras do NTE Benevides. Este primeiro momento foi muito interessante, pois os professores, que pouco conheciam da nova tecnologia, mostraram-se muito atentos em aprender. Ao mesmo tempo, alunos do ensino fundamental e médio, em médio 40 (quarenta), eram orientados a utilizar a nova ferramenta educacional, o que pra eles não foi muito difícil.
            No segundo momento, a Formação teve um enfoque pedagógico no sentido da "Utilização dos laptops como ferramenta educacional". Com início no dia 08 e término no dia 10 de setembro, a formação atendeu os professores da Escola Antonia Rosa (Ensino Fundamental e Médio), em média 30 professores. No segundo momento de formação, as professoras formadoras Elizabeth Braga  e Marinete Rocha conduziram os procedimentos de discussão e orientação da utilização dos novos recursos em sala de aula. Vários temas foram abordados dentre os quais o uso das novas tecnologias no processo educacional e a necessidade de trabalhar com projetos voltados para uma educação significativa para os alunos e seu lugar. No final, os professores elaboraram projetos belíssimos, considerando as problemáticas locais e o uso dos laptops, apresentando suas conclusões à turma. No dia 14/09, o projeto foi lançado oficialmente com a presença de representantes do MEC, SEDUC e poder municipal. Mas que chama atenção num projeto como este é a vontade de professores e alunos mudarem, se adequarem aos novos paradgmas educacionais. O projeto avança e a educação em São João da Ponta aponta para significativas melhorias. 


AUTORIA: Elizabeth Braga de Souza (Professora Formadora-S.J.P./Multiplicadora NTE-Benevides)

ESCOLAS ATENDIDAS PELO UCA TOTAL EM SÃO JOÃO DA PONTA

ESCOLA
ALUNO
PROFESSOR
E.E.E.M Profa Antonia Rosa (Estadual)

272

9

E.E.E.F Profa Antonia Rosa (Municipal)

557

13

E.E.E.I 15 de Agosto

160

5

E.M.E.F Brigido Teodoro Coelho

56

2

E.E.E.F Clarinda M. Rodrigues

67

2

E.M.E.F Ten. Cipriano Chagas

27

1

E.M.E.F Feliciano Rodrigues

465

14

E.M.E.F Romualdo A. Almeida

67

2

E.M.E.I Tia Bia

48

3

E.M.E.F Prof Raul R. Lagoia

91

3

E.M.E.F Profa Rosa S. Almeida

47

2

Profa Teodoro P. Gurjão

111

3

E.M.E.F do Açu
68

2

FONTE: http://www.inf.pucminas.br/sbc2010/anais/pdf/wie/st01_02.pdf, 12/10/2010 às 12:23 h.
AUTORIA: Elizabeth Braga de Souza (Professora Formadora S.J.P./Multiplicadora NTE-Benevides)

POR QUE SÃO JOÃO DA PONTA FOI ESCOLHIDO PARA A IMPLANTAÇÃO DO UCA TOTAL?

 


        
       












Segundo o Ministério da Educação, o município que recebe o projeto deve obedece os critérios estabelecidos, a saber:
  • Cada escola deverá ter entorno de 500 (quinhentos) alunos e professores;
  • As escolas deveriam possuir, obrigatoriamente, energia elétrica para carregamento dos laptops e armários para armazenamento dos equipamentos.
  • Preferencialmente, deveriam ser pré-selecionadas escolas com proximidade a Núcleos de Tecnologias Educacionais - NTE - ou similares, Instituições de Educação Superior públicas ou Escolas Técnicas Federais. Pelo menos uma das escolas deverá estar localizada na capital do estado e uma na zona rural;
  • As Secretarias de Educação Estaduais ou Municipais de cada uma das escolas selecionadas deverão aderir ao projeto através do envio de ofício ao MEC (Ministério da Educação) e assinatura de Termo de Adesão, no qual manifesta-se solidariamente responsável e comprometida com o projeto.
  • Para cada escola indicada, a Secretaria de Educação Estadual ou Municipal deverá enviar ao MEC um ofício, onde o(a) diretor(a) da escola, com a anuência do corpo docente, aprova a participação da escola no projeto.
         No caso de São João da Ponta, as escolas públicas, municipais e estadual, reúnem em torno de 1.223 alunos e 80 professores. São 14 escolas atendidas pelo projeto, sendo que 13 são municipais e 01 é estadual. Até agosto, a internet disponível para a escola-sede municipal era da GESAC. Com o Projeto, a SEDUC viabilizou o NAVEGAPARÁ, proporcionando o acesso gratuito à internet para todos os moradores da área urbana em locais públicos, como a praça da cidade.
          A Escola Antonia Rosa, onde ocorreram as Formações dos professores e alunos-monitores, ainda não possui infra-estrutura adequada para carregamento dos laptops e armazenamento dos equipamentos. Neste caso, a Secretaria Municipal de Educação decidiu autorizar os alunos e professores levarem os laptops para suas residências.
           Vale ressaltar que o Projeto foi implantado em boa hora, pois o IDEB do rendimento escolar no município foi muito baixo em 2009 (entre 3.3 e 4.1). A utilização dos laptops como ferramentas de aprendizagem e acesso às informações vai proporcionar maior dinamismo e aprendizagem nas escolas.

Autoria: Elizabeth Braga de Souza (Professora Formadora-S.J.P./Multiplicadora NTE-Benevides)

O QUE É O U.C.A?


ALUNOS ACESSANDO INTERNET NA PRAÇA

    ALGUNS MOMENTOS DA FORMAÇÃO EM S.J.P
  
 









      O Projeto UCA (Um Computadorpor Aluno) foi apresentado ao governo brasileiro em 2005 e, em 2007, foi implantado em cinco escolas de 5 estados brasileiros (São Paulo-SP, Porto Alegre-RS, Palmas-TO, Piraí-RJ e Brasília-DF)como experimentos iniciais. Em 2010, 300 escolas públicas foram selecionadas em estados e municípios para receber 150.000 laptops educacionais. A meta é que cada escola receba laptops para alunos e professores, além de infra-estrutura e acesso a internet e capacitação de gestores e professores no uso da nova tecnologia.
      No bojo do projeto existe o UCA TOTAL, onde todas as escolas de seis municípios foram atendidas (Barra dos Coqueiros/SE;Caetés/PE;Santa Cecília do Pavão/PR;São João da Ponta/PA;Terenos/MS;Tiradentes/MG).
      O objetivo do projeto é socializar novas formas de utilização das tecnologias digitais nas escolas públicas e promover a inclusão digital escolar com uso pedagógico das TIC. 
      O fim deste esforço é fomentar uma mudança pedagógica com atitudes inovadoras no contexto escolar, visando a melhoria da qualidade da educação. 
      Mais do que isso, a idéia do laptop nas mãos dos alunos é permitir o acesso à informação e novas formas de ensinar e aprender com o uso das tecnologias digitais. 

AUTORIA: Elizabeth Braga de Souza (Professora Formadora-S.J.P./Multiplicadora NTE-Benevides)